Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Empresários não falam, mas anteriormente negaram acusação

O Estado telefonou ontem para Vilson do Nascimento, sócio da Verdurama, mas ele não atendeu. A reportagem deixou recado na caixa postal do celular dele, mas não teve retorno até as 20 horas. A reportagem também procurou a SP Alimentação e a Gourmaitre, mas não conseguiu localizar representantes. As empresas sempre negaram fraudes, pagamentos de propina e irregularidades nos contratos. A SP Alimentação nega que a Verdurama e a Gourmaitre sejam empresas coligadas.

Bruno Tavares e Marcelo Godoy, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2010 | 00h00

A prefeitura de Caraguatatuba informou que o contrato com a Verdurama, feito pela administração anterior, foi cancelado em 2009. A prefeitura de Barueri afirmou que a Verdurama deixou de prestar serviços para a cidade em março de 2009. "Atualmente, 100% da merenda escolar está sob responsabilidade da prefeitura." A prefeitura do Guarujá negou ter contratos com a Verdurama. A prefeitura de Jandira informou que a atual gestão não mantém vínculo com a Verdurama. O Estado também procurou a assessoria da ex-prefeita Marta Suplicy, mas não obteve retorno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.