Empresário mata namorada em Curitiba

O empresário Veríssimo Cannale Fiuza, de 31 anos, é acusado de ter matado a namorada, Elizabete Cristina Pereira, de 25, na segunda-feira. Ele se matou com um tiro. Os corpos foram encontrados na noite de terça-feira, depois que policiais invadiram a mansão do empresário, alertados por familiares da jovem. Imagens da câmera de segurança mostram que houve briga entre o casal.

O Estado de S.Paulo

01 de dezembro de 2011 | 03h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.