Empresário mata ex-mulher a tiros e comete suicídio em Pitangueiras

De acordo com o depoimento de testemunhas, o empresário não se conformava com a separação e tinha ciúmes da ex-mulher

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

18 Fevereiro 2018 | 18h15

SOROCABA – Um empresário matou a ex-mulher a tiros, depois de jogar seu carro contra o dela, neste domingo, 18, em Pitangueiras, interior de São Paulo. Em seguida, ele teria se matado com um tiro na cabeça. O casal, Adilson Correa, de 36 anos, e Maira Valverde, de 39, era dono de uma empresa de segurança, em Icém, norte do Estado, mas estava separado. De acordo com o depoimento de testemunhas, o empresário não se conformava com a separação e tinha ciúmes da ex-mulher.

++ Maior liderança solta do PCC, Gegê do Mangue é assassinado no Ceará

Segundo informações da Polícia Civil, Maira tinha ido de carro a Pitangueiras para levar para casa uma funcionária da empresa. Ela teria sido seguida pelo ex-marido que tentou abordá-la. Houve perseguição e ele acabou atingindo o carro dela com seu veículo, uma GM Blazer. O automóvel invadiu um terreno baldio e bateu num alambrado. Correia se aproximou e deu cinco tiros na mulher. Em seguida se matou. O socorro foi chamado, mas os dois já estavam mortos. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Ribeirão Preto. A polícia abriu inquérito para apurar as mortes.

Mais conteúdo sobre:
Polícia Civil homicídio suicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.