Empresário é morto a tiros durante assalto na zona sul de SP

Vítima foi atingida por dois disparos contra a sua cabeça; criminoso fugiu a pé

Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

16 de junho de 2011 | 04h13

SÃO PAULO - O empresário Agnaldo França da Silva, de 46 anos, dono de três das 25 lojas da rede de restaurantes Feijão de Corda, foi morto, com dois tiros na cabeça, por volta das 21h30 de quarta-feira, 15, durante um assalto ao Bar do Boy, localizado na avenida Atlântica (antiga Robert Kennedy), no Socorro, zona sul de São Paulo.

 

O estabelecimento já estava fechado quando o empresário, o dono do bar e uma funcionária jogavam baralho próximo ao gradil de ferro pelo qual o assaltante apontou um revólver calibre 38 contras as vítimas e anunciou o assalto. Sem ter como correr, pois estavam muito perto do bandido, as vítimas entregaram o dinheiro exigido pelo assaltante, que, mesmo sem reação alguma de Agnaldo, atirou duas vezes contra a cabeça do empresário antes de fugir a pé. Silva morreu no local.

 

O caso foi registrado no 102º Distrito Policial, da Capela do Socorro.

Tudo o que sabemos sobre:
assaltoempresáriomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.