Empresário é asfixiado em seu apartamento nos Campos Elísios

Ele foi visto entrando no prédio com os dois suspeitos do assassinato; dupla também levou carro e dinheiro da vítima

Bruno Lupion, Camilla Haddad, O Estado de S.Paulo

01 de outubro de 2010 | 00h00

O empresário e radialista Ildeu Mendes da Silva, de 39 anos, foi assassinado na noite de anteontem no quarto de seu apartamento, na Alameda Eduardo Prado, Campos Elísios, região central. Silva estava na cama, com os pés amarrados, e amordaçado. Segundo a polícia, ele foi asfixiado com o fio de um fone de ouvido que estava enrolado em seu pescoço. O empresário foi visto entrando no prédio com dois rapazes. Um deles levava uma pizza.

A cena foi registrada no circuito interno de TV do Edifício Morada Eduardo Prado. Silva aparentava tranquilidade e chegou a arrumar o cabelo no espelho. Em outra imagem, os dois rapazes - de bonés - saem do prédio com roupas diferentes das que entraram e fogem no Honda Civic da vítima. Até a noite de ontem, ninguém havia sido preso.

Além do carro, a dupla levou dinheiro, notebook, equipamentos eletrônicos e celulares. Silva era dono da Rental Fox, que aluga equipamentos de áudio e vídeo para profissionais. O escritório funcionava no seu próprio apartamento, no sexto andar do condomínio. Amigos estimam que no imóvel havia R$ 150 mil em equipamentos eletrônicos.

O corpo dele só foi localizado porque ontem um faxineiro achou uma sacola com equipamentos da Rental Fox na escadaria de serviço e tentou avisar o empresário. Como ele não atendeu a campainha, a polícia foi chamada. O zelador José Batista disse à polícia que viu Silva chegando com os dois suspeitos às 22h de quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.