Empresa de segurança tem carro forte roubado da sede na zona oeste de SP

O gerente da companhia foi rendido e um suposto artefato explosivo amarrado em sua cintura para obrigar os vigias a abrirem a porta

Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

17 Outubro 2011 | 01h00

SÃO PAULO - Uma empresa de segurança localizada no bairro da Água Branca, na zona oeste de São Paulo, foi invadida por criminosos, aproximadamente às 18 horas de domingo, 15, e um carro forte roubado na ação. Ninguém foi preso.

 

De acordo com a Polícia Militar (PM), os bandidos renderam o gerente do local e amarraram um artefato em sua cintura. Disseram ser uma bomba e ameaçaram explodi-lo caso os vigias não abrissem a porta. Após entrarem na empresa, os outros funcionários foram feitos reféns.

 

Eles deixaram a companhia dirigindo um carro forte. O veículo foi estacionado em uma rua próxima, em que estavam outros automóveis do grupo. Os valores do carro forte foram transferidos para os outros veículos antes da quadrilha fugir. Não foi informada a quantia levada.

 

Por terem sido amarrados, os funcionários só conseguiram acionar a PM às 20 horas. O caso foi encaminhado ao Departamento de Investigações Sobre Crime Organizado (Deic)

Mais conteúdo sobre:
assalto roubo são paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.