Em um dia, choveu 20% do esperado para todo o mês em SP

Temporal provocou estragos nas zonas norte e leste, onde choveu 52,9 mm e 41,9 mm, respectivamente

Elvis Pereira e Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

13 de março de 2008 | 22h00

O índice pluviométrico médio verificado em São Paulo até as 19 horas desta quinta-feira, 13, atingiu 32 milímetros, o que corresponde a 20% dos 160 milímetros esperados para o mês inteiro. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a zona norte foi a mais castigada, com 52,9 milímetros. Em seguida, aparecem a zona leste (41,9 mm), o centro (33,9 mm) e as zonas oeste (21,4 mm) e sul (3,5 mm). Os bairros Itaim Paulista e São Miguel Paulista registraram os maiores números da capital, com 80,4 mm e 74,1 mm, respectivamente.  Por conta da chuva, a cidade permaneceu em estado de atenção entre 14h40 e 16h40, período em que o temporal foi mais intenso. A quantidade de pontos de alagamento chegou a 31, sendo apenas um deles na Rua Bernardo José de Lorena, em Perus, zona norte, em situação intransitável. Nesta noite, chovia apenas levemente em pontos isolados da cidade.  Transtornos pela cidade A forte chuva provocou transtornos aos moradores das zonas norte e leste da cidade. O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender a pelo menos quatro ocorrências referentes ao temporal. Por volta das 15h30, os bombeiros resgataram uma pessoa que estava agarrada à vegetação em um córrego na Rua Sena, no Tremembé, zona norte de São Paulo. No mesmo horário, uma idosa estava ilhada com o neto dentro de casa, na altura do número 148 da Rua Jordão Camargo Oliveira, na Vila Paulistana, na zona norte. Quando os bombeiros chegaram ao local, os dois tinham sido socorridos por vizinhos. Também por volta das 16 horas, dois barracos desabaram na Travessa Beija-Flor, altura do número 35, esquina com a RuaMartimpererê, no Jardim Paraná, zona norte de São Paulo. A subprefeitura informou que além dos dois barracos que desmoronaram, outros quatro foram interditados na região. Segundo a subprefeitura, ninguém se feriu.

Tudo o que sabemos sobre:
ChuvaSão PauloCGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.