Em um ano, dez agressões

Os ataques do fim de semana na região da Paulista estão longe de ser episódios isolados. No início do mês, um casal gay foi agredido por dois homens após sair do Bar Sonique, na Rua Bela Cintra. Dois homens foram reconhecidos.

O Estado de S.Paulo

31 Outubro 2011 | 03h02

Com a ocorrência deste fim de semana, já são pelo menos dez casos na região desde 14 de novembro de 2010, quando quatro adolescentes e um jovem de 19 anos cometeram agressões usando lâmpadas fluorescentes como armas.

Em 23 de dezembro, uma mulher de 25 anos foi empurrada e levou socos no rosto por beijar uma amiga na frente de um bar na Rua Augusta.

Um mês depois, na Rua Peixoto Gomide, um estudante de 27 anos levou uma garrafada no olho. Os casos voltaram a acontecer em 27 de agosto, quando dois arquitetos foram golpeados com uma luminária perto da Estação Consolação do Metrô. O grupo de agressores era formado por sete pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.