Em SP, chuva deixa 4 regiões e marginais em estado de atenção

Havia seis pontos de alagamento na cidade; chuva está concentrada nas cidades da região oeste

Da Redação,

24 de novembro de 2008 | 14h11

O temporal que caia em algumas regiões da capital paulista fez o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) colocar o centro e as zonas sul, norte e oeste, além das marginais, em estado de atenção na tarde desta segunda-feira, 24. Segundo o site, às 15 horas havia cinco pontos de alagamento na cidade, sendo que dois eram intransitáveis.   Veja também: Em SP, chuvas abrem buracos e complicam o trânsito da cidade SC tem 45 vítimas da chuva e mais de 20 mil desabrigados  Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua       Segundo o CGE, a chuva forte ainda está concentrada nas cidades na região oeste da Grande São Paulo, onde houve queda de granizo em Osasco, Carapicuíba e Barueri. Essa tempestade se deslocava em direção à capital, onde também pode haver precipitação de granizo e rajadas de vento. Houve queda de granizo na Lapa.   Os pontos de alagamento transitáveis eram registrados na Avenida Eusébio Matoso, próximo a Avenida Vital Brasil, no início do Viaduto República da Armênia, e na Avenida Pompéia, na região da Avenida Francisco Matarazzo. Na praças Marrey Júnior e Melvin Jones, os alagamentos era intransitáveis. Todos os pontos estavam na zona oeste de São Paulo. Na Marginal do Tietê, na altura da Ponte das Bandeiras também tinha um ponto de alagamento, onde não havia informação se a via estava ou não transitável.   Atualizada às 15h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.