Em SP, bombeiros atenderam em 2010 3 ocorrências de gás por dia

Segundo a Companhia de Gás de São Paulo (Comgás), há na capital cerca de 800 mil clientes residenciais. No ano passado, bombeiros de São Paulo atenderam uma média de três ocorrências por dia relacionadas a vazamentos de gás. Neste ano, o último registro de acidente com botijão é de fevereiro, quando uma pessoa morreu e duas ficaram feridas em explosão na cozinha de bar na Rua Vergueiro, zona sul.

O Estado de S.Paulo

14 Outubro 2011 | 03h02

Assim como no Rio, estabelecimentos comerciais de São Paulo que queiram trabalhar com botijões necessitam de autorização especial e devem passar por vistoria. Decreto de 1987 obriga todas as edificações paulistanas por onde passa a rede da Comgás a se adaptar ao gás canalizado. Onde não há fornecimento, o botijão é permitido, desde que colocado do lado de fora do imóvel e instalado da forma correta.

Mas o Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru) da Prefeitura não tem levantamento do número de instalações irregulares de gás encontradas nas vistorias - neste ano, foram 1.123 para averiguar itens de segurança em geral, que incluem as instalações de gás. / CIDA ALVES

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.