Em SP, Bilhete Único pode ser carregado por R$ 2,70 só até amanhã

A partir desta quarta, preço da passagem sobe para R$ 3,00; cada recarga pode ser de até R$ 100, sendo que a carga máxima é de R$ 200

Marília Lopes, Central de Notícias

03 Janeiro 2011 | 14h10

SÃO PAULO - Os passageiros de ônibus de São Paulo tem até esta terça-feira, 4, para recarregar o Bilhete Único com o atual preço, de R$ 2,70. A partir de quarta-feira, o preço da passagem de ônibus sobe para R$ 3,00. Para fazer a recarga, o usuário deve procurar as casas lotéricas ou terminais de ônibus, metrô e trem. Cada recarga pode ser de até R$ 100, sendo que o Bilhete Único armazena uma carga máxima de R$ 200.

Segundo a Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo, o aumento na tarifa de ônibus permitirá uma série de benefícios aos usuários do transporte público. Um deles é a extensão da validade do Bilhete Único de 2 para 3 horas. Outro benefício, segundo a secretaria, é a criação do Bilhete Amigão, que permite ao usuário do Bilhete Único fazer quatro viagens de ônibus em até oito horas, aos domingos e feriados. Também está prevista a renovação de 65% da frota de ônibus, com a substituição de 9.500 veículos por modelos novos, mais confortáveis, seguros e maiores, gerando uma maior oferta de lugares.

De acordo com a Secretaria de Transportes, a nova tarifa será reajustada em 11,11%, com base na planilha tarifária elaborada pelos técnicos da São Paulo Transporte S.A. (SPTrans). O valor do bilhete que faz integração com o Metrô será de R$ 4,29.

Mais conteúdo sobre:
Bilhete Único tarifa aumento SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.