Em Sorocaba, compra de girafa vira polêmica

A prefeitura de Sorocaba deve importar girafas para exibir no zoológico municipal? A polêmica iniciada com o pedido de um vereador para compra dos animais divide a cidade. De um lado, ambientalistas e ativistas dos direitos dos animais colhem assinaturas a favor do não. Eles acreditam que a aquisição de espécies das savanas africanas incentiva o tráfico internacional.

JOSÉ MARIA TOMAZELA , SOROCABA, O Estado de S.Paulo

13 Outubro 2011 | 03h01

De outro, crianças e visitantes do zoológico em luta pelo sim. Na segunda, escoteiros entregaram ao prefeito Vítor Lippi (PSDB) documento com 14 mil assinaturas a favor da compra.

Lippi disse que a aquisição ainda está sob análise. As girafas custariam R$ 114 mil.

O ativista Honno Marques, do Instituto Cahon, defende o uso do dinheiro para construir creches. "Não concordamos com a retirada de animais de seu habitat para serem usados como objeto de exposição." O ambientalista Gabriel Bitencourt, do Movimento em Defesa dos Direitos dos Animais (MDDA), faz coro. "Está na hora de repensarmos o papel dos zoológicos." Já o vereador Francisco Moko Yabiku, autor da proposta, disse que atendeu ao pedido de uma criança que nunca viu uma girafa. Ele instalou outdoor na cidade defendendo a vinda desses animais.

A Câmara vai realizar audiência pública no dia 18 para discutir o tema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.