Em São Paulo, nº de homicídios caiu 3,31% em 2010

Também houve redução de 24% no número de ocorrências de roubo seguido de morte (latrocínio), e de roubo a banco (17,54%)

Agência Estado,

31 Janeiro 2011 | 17h56

SÃO PAULO - O número de homicídios dolosos (com intenção de matar) na cidade de São Paulo teve redução de 3,31% no ano passado. Conforme as Estatísticas da Criminalidade, divulgadas nesta segunda-feira, 31, pela Secretaria da Segurança Pública, foram 1.196 casos de morte intencional em 2010 contra 1.237 em 2009. Também foi observada queda de 5,72% no total de tentativas de homicídio no município. O número passou de 1.171 em 2009 para 1.104 no ano passado.

Além desses dois crimes, a secretaria anunciou redução no número de ocorrências de roubo seguido de morte, chamado de latrocínio (24%), e de roubo a banco (17,54%). No primeiro tipo de crime, foram 76 casos em 2010 contra 100 no ano anterior. O número de roubos a banco passou de 171 em 2009 para 141.

O número de roubo de cargas caiu 7,64% na capital paulista, o de roubo de veículos apresentou recuo de 2,92% e o de roubos em geral baixou 10,29%. Furtos em geral tiveram queda de 3,04% e o furto de veículos, redução de 0,49%. Os casos de estupro apresentaram salto de 57,75%, mas a alta foi influenciada pela mudança na legislação que, no ano passado, incluiu neste tipo de crime as ocorrências de atentado ao pudor e ato obsceno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.