Em fuga, detento rouba van com crianças

Antes, servente que cumpre pena em regime semiaberto já havia assaltado mulher, esfaqueado homem e roubado outro carro

DENIZE GUEDES, O Estado de S.Paulo

13 Março 2012 | 03h06

O servente Adriano dos Santos Aguiar, de 33 anos, que cumpria pena em regime semiaberto, foi preso na manhã de ontem no Campo Limpo, zona sul de São Paulo, após protagonizar uma série de crimes: assaltar uma mulher, esfaquear um homem e roubar dois veículos - um deles com 13 crianças, que eram levadas para a escola. Aguiar registra várias passagens pela polícia e foi indiciado por roubo na Central de Flagrantes da 3.ª Seccional Oeste (Pinheiros).

A ação começou quando o servente, armado com uma faca, abordou uma cabeleireira, de 41 anos, e roubou a bolsa dela. Em seguida, Aguiar fugiu correndo e, no caminho, esfaqueou um aposentado, de 61 anos, depois de uma nova tentativa de roubo.

O servente ainda assaltou um contador, de 26 anos, de quem conseguiu roubar uma Livina bege. Nesse momento, por volta das 7h30, o contador conseguiu avisar agentes municipais em uma viatura da Guarda Civil Metropolitana (GCM), que passava pela Rua Rogério Paulo Brito.

Foi então que a GCM saiu em perseguição a Aguiar que, inesperadamente, desceu do carro que tinha acabado de roubar e dominou a motorista de uma van escolar - uma Ducato Minibus branca, em que eram transportados 13 estudantes.

Colisões. O servente assumiu o volante da van e continuou a fuga, sendo acompanhado de perto pelos guardas metropolitanos. Aguiar, então, colidiu com a viatura da GCM, mas não parou o veículo, seguindo pela Estrada do Campo Limpo na contramão.

Logo depois, ele atingiu uma moto Honda CG 150, que era conduzida por um autônomo, de 33 anos, e um Corsa Wind, guiado por um vigilante, de 28 anos. Não houve registro de feridos.

Uma viatura de apoio da GCM auxiliou na prisão de Aguiar, que teve ferimentos e foi levado para o Pronto Socorro do Hospital Municipal Doutor Fernando Mauro Pires Rocha, em Itapecerica da Serra, onde foi medicado e, na sequência, levado pelos GCMs para a Central de Flagrantes.

Ferido. Ainda no hospital, os GCMs foram informados de que o aposentado esfaqueado na tentativa de roubo estava sendo medicado. A vítima reconheceu Aguiar, que também foi apontado como o autor do roubo da bolsa pela cabeleireira.

Na delegacia, Aguiar, que cumpria pena em regime semiaberto e já registrava passagens por roubo e porte ilegal de arma, foi indiciado por roubo. Os veículos envolvidos na caso foram encaminhados para perícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.