Em dois dias de fiscalização, 20 motoristas são autuados por falta de cadeirinha

Multas já estão sendo aplicadas pela CET desde o último dia 1º, mas PM só passou a aplicar infrações nesta segunda, 6

Solange Spigliatti, estadão.com.br

10 Setembro 2010 | 17h52

SÃO PAULO - Nos dois dias de fiscalização na cidade de São Paulo feita pela Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), 20 motoristas foram multados por irregularidades no uso de dispositivos para transportes de crianças até 7 anos e meio. Eles foram multados em R$ 191,54 e levaram sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

 

Segundo balanço da CPTran, na quarta-feira, 8, primeiro dia da fiscalização com multas, 170 condutores foram parados, destes, cinco eram motos, dos 165, 115 estavam com crianças em seu interior. Deste total, 11 estavam irregulares e foram autuados e 104 estavam regulares.

 

Já na quinta-feira, 9, foram parados 218 condutores, sendo 13 e outros 205 veículos. Deste total, 140 estavam com crianças em seu interior e nove estavam irregulares (foram autuados) e 131 estavam regulares.

 

As blitze foram feitas das 11h às 12h30 e das 16h às 17h30, perto de escolas de educação infantil e fundamental do primeiro ciclo.

 

A chamada lei das cadeirinhas entrou em vigor no dia 1.º setembro. Em São Paulo, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) começou a multar na semana passada, mas a Polícia Militar só passou a aplicar infrações na segunda-feira, 6. A CPTran não divulgou o balanço desta sexta-feira, 10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.