Em dia de paralisação, Metrô diz que terá trens sem condutores

Novos trens não vão precisar de operadores; medida é tida como solução para as paralisações de metroviários

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

02 de agosto de 2007 | 14h31

O secretário Estadual de Transportes Metropolitanos de São Paulo, José Luiz Portella, anunciou na manhã desta quinta-feira, 2, que o Metrô vai investir em trens que transitam entre as estações sem necessidade de operador. Segundo a assessoria, o sistema chamado de "driverless" (sem operador), é uma das decisões tomadas como maneira de contornar as greves realizadas pelo Sindicato dos Metroviários de São Paulo, mas ainda sem previsão de quando será implantada. Outra medida tomada que poderá ser feita imediatamente será a contratação de 100 funcionários na aérea de operações dos trens.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.