Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Em dia de entrega de obra na Tamoios, caminhão cai de trecho sem mureta

Duplicação do trecho de planalto foi entregue por Alckmin sem estar concluída; veículo caiu de um viaduto no km 28, trecho ainda sem proteção nas laterais da pista

Bruno Ribeiro e Werther Santana, O Estado de S. Paulo

24 de janeiro de 2014 | 12h09

SÃO PAULO - A duplicação do trecho de planalto da Rodovia dos Tamoios, que liga o Vale do Paraiba ao litoral norte de São Paulo, foi inaugurada na manhã desta sexta-feira, 24, antes de estar concluída e com o registro de um acidente. Um caminhão que havia sido atingido por outro veículo caiu de um viaduto no km 28, um trecho ainda sem proteção nas laterais da pista.

O acidente foi por volta das 9h, uma hora antes da cerimônia de entrega da pista, que contou a presença do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Duas pessoas que estavam no caminhão foram socorridas e levadas para hospitais da região. O estado de saúde delas não foi confirmado.

A estatal Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), empresa responsável pela obra, afirmou que serviços complementares, como cobertura de encostas e serviços de drenagem, ficarão prontos até o fim de fevereiro. Mas que, como não havia mais serviços nas novas pistas, elas poderiam ser liberadas.

O motorista que provocou o acidente, Sebastião Armando, de 63 anos, disse que perdeu o freio. "Tentei jogar o caminhão no canto, para não acertar ninguém, mas não consegui." O local tinha só a pista da esquerda livre. A pista da direita e o acostamento estavam bloqueados para a pintura de faixas.

Armando transportava frangos de Monte Alegre para Caraguatatuba. Ele não parecia embriagado e nega que estivesse correndo.

Depois de bater no caminhão, Armando ainda atingiu um carro, ocupado por um casal e duas filhas, moradores de São José dos Campos, que aproveitavam as férias das crianças para fazer um bate-e-volta em Caraguá.

"Eu vi ele chegando, mas não deu para desviar. Me acertou com tudo, disse o eletricista Manoelino Martins Júnior, de 64 anos, condutor do carro.

Sobre o acidente, o governador Alckmin disse que o trecho é perigoso. "Todo o guardrail será instalado. Havia toda a sinalização, mas o caminhão perdeu o freio, lamentavelmente."

Tudo o que sabemos sobre:
TamoiosacidenteSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.