Em cruzeiro no Rio Negro, de spa a discoteca

Quem procura luxo em turismo pelos rios do Amazonas o encontra desde 2005 no ainda único do gênero Iberostar Grand Amazon. O navio, que faz cruzeiros de três noites pelo Rio Solimões ou de quatro pelo Rio Negro, tem 70 pés e 72 cabines, com duas suítes de 50 m2.

Liege Albuquerque, O Estado de S.Paulo

06 Março 2011 | 00h00

O navio tem restaurantes, bares, discoteca, salão de convenções, piscinas, sala de fitness e até um spa com direito a massagens com óleos regionais. "Nos sentimos em um hotel cinco-estrelas, nem parecia que a gente estava em uma embarcação, porque não balançava", destaca a funcionária pública Gerusca Vasconcelos Pompeu, de 36 anos, que no ano passado fez um cruzeiro de três dias com o marido. "A gente só lembra que está em um navio quando está no deck para observar a paisagem linda lá fora, vai ao passeio na floresta ou mergulha com os botos."

Operando o ano todo, o navio só teve breve parada durante a seca de 2005 e no ano passado. Um pacote pelo Rio Solimões no começo deste mês, por exemplo, custava R$ 1.848 por pessoa. De 7 a 11 de março, o trajeto pelo Rio Negro é de R$ 2.462 por pessoa, ambos "all inclusive". O navio só permite crianças maiores de 10 anos de idade.

Durante os dias do pacote são feitas paradas para excursões em pequenas embarcações pela vegetação local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.