Em cinco dias chove 42% do esperado para janeiro em SP

Dados são da medição do Inmet; temporal de ontem deixou 51 pontos de alagamento e inundou Jardim Romano

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

06 Janeiro 2010 | 17h28

Moradora do Jardim Romano em frente a sua casa, novamente alagada. Foto: Valéria Gonçalvez/AE

 

SÃO PAULO - Nos primeiros cinco dias deste ano choveu 110 milímetros na cidade de São Paulo, o equivalente a 42,6% do total de chuva esperado para o mês de janeiro. Os dados são da medição do Instituto Nacional da Meteorologia (Inmet) feita no mirante do Santana, na zona norte da cidade.

 

Somente na terça-feira, 5, a chuva que atingiu a capital causou 51 pontos de alagamentos, além da interrupção no serviço de energia elétrica. A chuva causou a interdição temporária do Túnel Presidente Jânio Quadros, sentido bairro. O Aeroporto de Congonhas, na zona sul, fechou para pousos e decolagens às 20h45. Após 50 minutos, Congonhas voltou a operar normalmente.

 

Com as chuvas, o bairro Jardim Romano, na zona leste, voltou a ficar alagado. A região sofre com as enchentes desde dezembro de 2009e a Defesa Civil de São Miguel Paulista ainda não contabilizou o número de pessoas prejudicadas pelo temporal de ontem.

 

Os moradores da Avenida Celso Garcia e das ruas Saldanha Marinho, Costa Valente e Cruz Alta, também na zona Leste de São Paulo, ficaram sem energia elétrica na parte da noite.

 

Segundo a Defesa Civil estadual de São Paulo, 13 cidades decretaram situação de emergência até o momento. São elas: São Luiz do Paraitinga , Caieiras, Manduri, Bofete, Oscar Bressane, Getulina, Caiuá, Santo Antônio do Pinhal, Franco da Rocha, Osasco, Mirassol, Guaratingueta e Inúbia Paulista.

 

Desde 1º de dezembro de 2009, 106 municípios foram atingidos por enchentes e tempestades, 42 pessoas morreram e 27 ficaram feridas. Mais de 20 mil tiveram que deixar suas casas.

 

PREVISÃO

 

Para os próximos dias, o Inmet prevê que chova de forma moderada a forte em todo o estado. O calor e a umidade resultarão em chuva entre o final da tarde e noite de hoje. Amanhã, o mau tempo ganha um aliado: uma nova frente fria vinda do Sul do País

Mais conteúdo sobre:
chuvas SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.