Em Campinas, famílias às margens do Rio Atibaia são removidas

Região contabiliza prejuízos por alagamentos; pelo menos 25 pessoas foram levadas para abrigos municipais

Tatiana Fávaro, O Estado de S. Paulo

28 Janeiro 2010 | 15h24

A região de Campinas contabiliza nesta quinta-feira os prejuízos causados pelas últimas chuvas. De acordo com a Coordenadoria Regional de Defesa Civil, 25 pessoas tiveram de ser retiradas na noite desta quarta-feira do bairro Piracambaia 2, às margens do Rio Atibaia, no distrito de Barão Geraldo. "O rio transbordou, várias chácaras ficaram alagadas e onde a situação era mais crítica retiramos os moradores. Havia idosos e também crianças", afirmou o coordenador regional da Defesa Civil, Sidnei Furtado.

 

Veja também:

linkSobe para 65 número de vítimas de chuvas no Estado de SP

linkEm 3 dias, 1,3 mil deixam casas em Atibaia

linkPrefeitura de SP começa a mutirão antienchente

linkChuvas obrigam mais de 23 mil a deixar suas casas em SP

linkInundações deixam 800 desabrigados no Vale do Ribeira

 

Ninguém ficou ferido. As pessoas retiradas de suas residências foram levadas para abrigos municipais. "O maior problema é o nível do rio", afirmou Furtado. Desde o fim do ano passado, a Defesa Civil interditou e condenou 128 casas. Nesta quinta-feira, outras cinco residências foram interditadas.

 

Em Amparo, 113 residências do Loteamento Jaguari foram atingidas desde o início da semana pelo transbordamento do Rio Jaguari e 156 pessoas foram para casas de parentes e amigos. Segundo informações da prefeitura, 58 pessoas estão em abrigos do município. A situação está mais crítica desde o último domingo, com o aumento da vazão do Rio Jaguari para controlar o estrangulamento das represas do Sistema Cantareira.

 

Na terça-feira, após a represa atingir sua capacidade máxima, a vazão passou a ocorrer acima das comportas, por meio de vertedores. Nesta quinta-feira, as famílias atingidas receberam cestas básicas por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

 

Em Pedreira, 30 casas foram parcialmente invadidas pela água do Rio Jaguari na quarta-feira. Ninguém ficou desalojado segundo informou a administração municipal. Nesta quinta-feira, o nível do rio tinha baixado, de acordo com informações da prefeitura.

 

Mais conteúdo sobre:
chuvas SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.