Em 9 meses, acidentes com motos na Rodovia dos Bandeirantes crescem 59%

Número de ocorrências saltou de 155 para 247 em comparação com o mesmo período de 2009

Priscila Trindade, Central de Notícias

27 de outubro de 2010 | 14h13

SÃO PAULO - De janeiro a setembro deste ano, o número de acidentes envolvendo motos na Rodovia dos Bandeirantes aumentou 59%, saltando de 155 para 247 ocorrências em comparação com o mesmo período do ano passado.

 

Segundo a concessionária Autoban, responsável pela via, nos nove primeiros meses de 2010, foram registrados 247 acidentes, com 263 feridos e 12 mortes. No ano passado, foram 155 acidentes, 163 feridos e cinco mortes.

 

No último final de semana, foram distribuídos panfletos no km 28, em São Paulo, e no km 71, em Itupeva, da Bandeirantes, com o objetivo de orientar os motociclistas sobre direção defensiva e segurança.

 

Para reduzir os índices de acidentes e mortes, a Autoban informou que a campanha de segurança passará a ser feita mensalmente a partir de 2011. Hoje, o programa de conscientização é realizado quatro vezes ao ano. Atualmente, circulam diariamente 11 mil motocicletas pelas rodovias Anhanguera e Bandeirantes.

Tudo o que sabemos sobre:
Avenida dos Bandeirantesmoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.