Em 2011, linha teve 7 mortes

Em 27 de agosto de 2011, o bonde número 10 de Santa Teresa descarrilou na Rua Joaquim Murtinho. Seis pessoas morreram e 48 ficaram feridas. Uma vistoria do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio (Crea) revelou que, no lugar de um parafuso, um pedaço de arame prendia uma peça perto do freio.

O Estado de S.Paulo

09 de maio de 2012 | 03h08

O bonde já havia registrado uma morte dois meses antes. Em junho, o turista francês Charles Damien Pierson, de 24 anos, morreu ao cair de uma altura de 17 metros quando o bondinho passava sobre os Arcos da Lapa. Pierson viajava no estribo, do lado de fora do bonde, e se desequilibrou. Depois do acidente, a Secretaria Estadual de Transportes pediu ao Ministério Público que defendesse na Justiça a proibição de passageiros no estribo.

Em 2009, a professora Andreia de Jesus Resende, de 29 anos, morreu e outras dez pessoas ficaram feridas em um acidente com um bonde que perdeu o freio após ser atingido por um táxi em uma Ladeira de Santa Teresa. Ao deixar o veículo em pânico, Andreia foi atropelada por um ônibus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.