Em 10 segundos, velha fábrica vai ao chão no Rio

Em dez segundos, uma velha fábrica foi abaixo ontem em Benfica, na zona norte do Rio. O prédio da antiga fábrica da Rheem Química ocupava 5 mil m² de área na esquina da Avenida Brasil com a Rua Prefeito Olympio de Melo.

SERGIO TORRES / RIO, O Estado de S.Paulo

03 Setembro 2012 | 03h04

A implosão - feita com cerca de 300 quilos de explosivos - teve início às 7h. Um pouco antes, a prefeitura do Rio interditou as pistas da Avenida Brasil - uma das principais vias de ligação entre subúrbios cariocas, centro e zona sul. Moradores da região foram retirados de suas casas antes da detonação e só puderam voltar quando a poeira baixou. O prédio havia sido desapropriado pela Defesa Civil Municipal porque apresentava risco de desabamento.

Segundo a prefeitura, no local será construído um centro cultural já batizado de Escola da Rua, que terá dança, música e outras atividades. Com projeto em fase de conclusão, a licitação do novo centro deve ser iniciada em cerca de 30 dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.