Em 10 horas, SP registra recorde de 271 raios

Em todo o mês de junho do ano passado, foram 52; chuva também causou atrasos em aeroportos e congestionamento na capital paulista

O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2012 | 03h02

O mau tempo fez a cidade ter ontem recorde de raios, atrasos nos aeroportos e lentidão no trânsito. Entre 7h24 e 17h44 de ontem, o Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), registrou 271 raios nuvem-solo, o tipo que pode causar danos. As zonas oeste, norte e o centro foram as regiões mais atingidas.

Nos primeiros 11 dias do mês, caíram 313 raios na cidade, a maior quantidade dos últimos sete anos. Em 2011, durante todo o mês de junho, foram 52. No Estado, o Elat registrou 31.196 raios neste mês - 3 mil somente ontem.

A chuva na cidade na última semana também está sendo atípica. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) calcula que nesse período choveu 159,9 milímetros, três vezes mais do que era esperado para todo mês. Na manhã de ontem, entre 10h e 11h, foram 15 mm de chuva - 29% da média esperada para junho.

Durante o temporal, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a cidade tinha 104,16 quilômetros de congestionamento, acima da média para o horário (91 km). Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura, até as 19h foram registrados 21 alagamentos em São Paulo, todos transitáveis.

Até as 19h, segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), 28,4% dos 201 voos domésticos do Aeroporto de Congonhas, na zona sul, registraram atrasos ontem. Em Cumbica, Guarulhos, o porcentual de atrasos foi de 27,4%. Lá, eram previstas 208 operações até as 19h. Entre os voos internacionais, houve atrasos em 20 dos 76 previstos (26,3%). / JULIANA DEODORO E B.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.