Elize tem 2º pedido de habeas corpus negado

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou na sexta-feira o segundo pedido de habeas corpus para Elize Kitano Matsunaga, de 30 anos, assassina confessa do marido, Marcos Kitano Matsunaga, diretor executivo da Yoki. Entre 19 e 20 de maio, ela matou e esquartejou Marcos no apartamento onde os dois moravam, na zona oeste de São Paulo. A Vara de Cotia já havia negado pedido de soltura no dia 12.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.