Ele usa tapetes para fazer poesia

Filho do poeta Waly Salomão (1943- 2003), Omar Salomão, de 29 anos, é um dos destaques da 7.ª Balada Literária, que agita a região da Vila Madalena a partir de quarta. Ele desenha poemas em tapetes de borracha, numa mistura de literatura com artes visuais. Sua exposição estará em cartaz na Biblioteca Alceu de Amoroso Lima . A programação completa ainda pode ser conferida em www.baladaliteraria.zip.net.

O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2012 | 02h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.