Gabriela Biló / Estadão
Gabriela Biló / Estadão

Alceu e Elba fazem folia familiar no Ibirapuera

Paraibana estreou seu cortejo na capital paulista na tarde de sábado; em seguida, foi a vez de Alceu Valença cantar para as milhares de pessoas que lotaram a região

Matheus Prado e Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

03 Fevereiro 2018 | 16h37

SÃO PAULO- - Idosos, crianças e até cachorros engrossaram o coro do bloco Frevo Mulher, de Elba Ramalho, em um clima alegre e calmo. A paraibana estreou seu cortejo na capital paulista em evento no parque Ibirapuera, na tarde desse sábado. Milhares de pessoas lotaram a Avenida Pedro Álvares Cabral para curtir sucessos do axé e do frevo. 

Fabiano Sousa, jornalista, veio com os filhos Daniele e Pedro para o bloco. Para ele, é importante "ensinar boa cultura aos filhos desde pequenos." Ele garante que a família vai curtir toda a semana de festa nas ruas. Outra família que dançou ao som dos hits foi a do bancário Wellinton Costa. "Viemos hoje porque é mais tranquilo".

+++ Confira as alterações de horário e circulação dos trens neste fim de semana em SP

A organização se preparou bem para a ocasião. Não faltaram banheiros químicos, lixeiras, ambulantes e posto médico. Pensando nos foliões mais esquecidos, um dos patrocinadores do evento disponibilizou protetor solar para todos. O sol se escondeu em alguns momentos da farra, mas quando apareceu veio com tudo.

Mais cedo, a festa rolou na zona oeste. O Casa Comigo também levou uma multidão às ruas. E prevenida. Aline Ferreira, de 23 anos, desfilou no bloco pelo quarto ano. " Eu e os meus amigos sempre marcamos presença. É muito seguro e os homens respeitam as mulheres" , disse Aline. "Costumo me divertir muito aqui. Mesmo sendo seguro, tenho os meus truques. Guardo o dinheiro em um micro saquinho de pano no sutien e o celular no bolso da frente do short, explicou Aline. 

+++ Crianças pedem passagem e inauguram folia em São Paulo

Crianças. Pela manhã, o Mamãe Eu Quero se encarregou, logo às 10 horas do sábado, de abrir alas para a folia de 2018 e preparar os futuros foliões, com muitos hits na Praça Irmãos Karmann, em Perdizes. A linha era toda familiar, unindo avós, pais, mães e principalmente as crianças, em meio a serpentinas, confetes e espumas.

Jussara Soares, uma das fundadoras do bloco, observou que ele cresce a cada ano. “Começamos em 2015 e hoje essa atração familiar está cada vez maior”, disse. As fantasias de super-heróis continuam como destaque. Não faltaram Homem de Ferro, Homem-Aranha e Mulher Maravilha. Mas houve espaço para outros ícones da nova geração como os Minions.

Maria Fernanda Lins, de 39 anos, trouxe os filhos Murilo Lins, de 8 anos, e Laura, de 5 anos, pelo segundo ano consecutivo. “Achei muito melhor o horário e a organização deste ano”, ressaltou.

Alceu Valença. Mais tarde, foi a hora de Alceu Valença dividir o palco com Elba Ramalho. Anunciação, Morena Tropicana e Voltei, Recife foram os hits mais festejados do cantor pernambucano, que trouxe pela quarta vez o seu bloco Bicho Maluco Beleza para a capital paulista. 

Mesclando sucessos de estúdio e de carnaval, o cantor comandou uma multidão que vestia as cores de seu estado natal. Bonecos de Olinda espalhados pelo bloco, centenas de chapéus de cangaceiro, guarda-chuvas de frevo e a bandeira de Pernambuco ajudaram a compor o ambiente do baile. O arquiteto Rafael da Silva aproveitou bastante o evento, dizendo que deu para curtir um "carnaval da velha guarda". 

Nem a chuva que ameaçou aparecer fez com que o povo arredasse o pé, ainda mais quem é de longe. Larissa Ricci veio de Belo Horizonte para curtir o pré-carnaval por aqui. "Adoro blocos de rua e, se tem Alceu, eu estou lá." 

Direto da infância. Alguns foliões foram bem criativos na hora de escolher a fantasia e os desenhos animados foram tema recorrente. Gabriel Schainer, se vestiu de Homem Sereia, personagem de Bob Esponja. Já Ana Carolina Lelis e Gabriel Doretto se vestiram de Cosmo e Vanda, os Padrinhos Mágicos.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.