Educação

Metas da gestão Doria para a área

O Estado de S.Paulo

09 Abril 2017 | 05h00

Creche

Proposta: Zerar a fila que era de 65,5 mil crianças em dezembro de 2016 no prazo de 1 ano, com convênios e abertura de unidades em estações de metrô, ônibus e bancos

O que foi feito: Lançou o Nossa Creche, que prevê 65,5 mil vagas até março de 2018 e 96 mil até 2020 e pediu doação a bancos

Desafio: Concluir obras iniciadas, assinar novas parcerias e obter recursos externos com bancos

Ensino

Proposta: Ampliar o número de escolas em tempo integral – hoje são 102 entre as cerca de 1,1 mil – e de CEUs, valorizar o professor e erradicar o analfabetismo

O que foi feito: Tirou R$ 438 milhões de obras para pagar salário de professores e convocou 459 docentes aprovados em concurso

Desafio: Obter recursos para ampliar escolas de tempo integral, que ficaram fora do plano de meta

Estrutura

Proposta: Ampliar a tecnologia nas escolas, com distribuição de tablets e instalação de Wi-Fi 

O que já fez: Anunciou convênio com o Ministério da Educação para compra de equipamentos de informática e doação de tablets por empresa multinacional 

Desafio: Investir na ampliação e modernização da rede, que tem 3,5 mil escolas, entre unidades de ensino infantil, fundamental e creche

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.