Edifício era símbolo de luxo de SP

Projetado em estilo neoclássico francês pelo arquiteto Jacques Emile Paul Pilon, o Edifício São Luiz foi construído em 1944 e é um dos mais antigos da Praça da República, na região central da capital.

O Estado de S.Paulo

21 Outubro 2012 | 03h04

A fachada foi escolhida para combinar com os móveis de última moda que os primeiros moradores de seus 22 apartamentos - banqueiros e fazendeiros de café, na maioria - traziam da Europa.

Não à toa, a construção se firmou como um dos símbolos do luxo na São Paulo dos anos 1940.

O projeto de Pilon incluiu janelas bem grandes e até um abrigo antiaéreo, depois usado como garagem. Já os apartamentos foram entregues com lareiras, chapeleiras e elevadores monta-cargas.

Pilon teve importante atuação na arquitetura brasileira, notadamente a paulista, entre as décadas de 1930 e 1960. Foi sócio do engenheiro Francisco Matarazzo Netto, que conheceu em 1933.

No ano seguinte, os dois participaram do concurso do projeto do Viaduto do Chá. Ficaram em terceiro lugar.

Aos 5 anos, Pilon, que nasceu em Havre, migrou com a família para o Rio de Janeiro. Na cidade, seu pai trabalhou em atividades portuárias. Conseguiu voltar à França para estudar e, após graduar-se pela École Nationale de Beaux Arts, retornou ao Brasil em 1932. Viveu no País até o fim de sua vida, em 1962. / DENIZE GUEDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.