Ecovias recomenda motorista viajar de madrugada

O motorista que conseguiu adiantar o início das festas de ano-novo enfrentou lentidão na descida ao litoral durante todo o dia de ontem. Mesmo sem acidentes graves, o Sistema Anchieta-Imigrantes registrava congestionamentos já pela manhã, com pico de 32 quilômetros às 17 horas. A viagem a Santos, que costuma levar 40 minutos, durava quase três horas. E hoje o tráfego nas estradas deve continuar intenso durante todo o dia.

VITOR HUGO BRANDALISE, O Estado de S.Paulo

28 de dezembro de 2012 | 02h04

Já a partir das 6h, são esperados pelo menos 7 mil veículos por hora no Sistema Anchieta-Imigrantes, mais do que o triplo do registrado em dias normais (2 mil veículos/hora). A única maneira de evitar a lentidão, segundo a concessionária Ecovias, é começar a viagem de madrugada, antes das 6h. A previsão é que o trânsito melhore apenas a partir das 17h do domingo.

Ontem, o pior congestionamento era registrado na Imigrantes no sentido litoral, entre a saída da capital (km 12) e a região dos túneis (km 44). Também havia lentidão e congestionamentos na Anchieta, sentido litoral, ao longo de 16 quilômetros. Ainda assim, segundo a Ecovias, a Anchieta é a melhor opção para quem for viajar hoje.

Quem escolheu a Rodovia dos Tamoios também encontrou lentidão, de 29 quilômetros, até a chegada a Caraguatatuba, no litoral norte. O horário previsto de maior movimento nessa estrada hoje é a partir das 14 horas.

O motorista que encerrava as festas natalinas e seguia no sentido capital pelo Sistema Anchieta-Imigrantes enfrentou congestionamentos de até oito quilômetros pela Imigrantes e de quatro quilômetros na Anchieta.

Interior. Quem decidiu viajar para o interior encontrou tráfego mais tranquilo na Rodovia dos Bandeirantes e Anhanguera - embora houvesse dois quilômetros de lentidão na região de Jundiaí, e quatro quilômetros de lentidão na chegada a Campinas.

Na Via Dutra, que liga São Paulo ao Rio, foram registrados congestionamentos na região de Taubaté. Na Régis Bittencourt, sentido Curitiba, o motorista encontrava filas do km 342 ao 359, na região da Serra do Cafezal. No sentido capital, o tráfego fluía normalmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.