Ebola causa prejuízo de R$ 100 milhões por país

O Conselho Executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou a liberação de US$ 130 milhões para Guiné, Libéria e Serra Leoa para ser usado em resposta à crise do ebola. O financiamento estará disponível imediatamente e deve ajudar a cobrir o rombo na balança de pagamentos e nos orçamentos dos países, hoje estimado em US$ 100 milhões em cada um. Para o FMI, a economia de Libéria e de Serra Leoa pode recuar até 3,5% e a da Guiné, até 1,5%.

O Estado de S.Paulo

28 Setembro 2014 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.