É viável em SP um sistema público de locação de bikes?

Em pauta

, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2010 | 00h00

Soninha Francine *

Sim

Bicicletas são meios possíveis e desejáveis de locomoção nas cidades grandes. Desejáveis porque ocupam pouco espaço, não emitem poluentes e gases de efeito estufa, não fazem barulho, dão a oportunidade para atividade física e, muito importante, permitem uma relação totalmente diferente com o ambiente e com os outros, com menos velocidade e sem a barreira das latarias e vidros pretos. Somando tudo, bicicletas ajudam a diminuir o stress ? de quem pedala e das pessoas à sua volta.

Para que se invista cada vez mais em estrutura e para que o respeito seja cultivado, quanto mais bicicletas circularem e foram vistas por aí, melhor.

É CICLOATIVISTA, EX-SUBPREFEITA DA LAPA E EX-VEREADORA DE SP

Jaime Waisman *

Não A cidade é menos favorável que a do Rio à utilização de bicicletas no dia a dia, seja por questões climáticas, maiores distâncias a percorrer, terreno mais acidentado ou ausência de belezas naturais. E, principalmente, por possuir um sistema viário saturado e condições difíceis de circulação. As experiências relativas ao uso de bicicletas na cidade ? locação em estações do metrô, ciclovia e ciclofaixa ? apresentam resultados satisfatórios, mas numericamente pouco expressivos. É necessário refletir quem e quantos seriam os potenciais usuários e quais às vantagens e riscos associados. Numa cidade que registra, em média, 2 mortes de motociclistas por dia em acidentes de trânsito seria sábio e prudente estimular esse uso?

É ENGENHEIRO DE TRANSPORTES, PROFESSOR DE TRANSPORTE PÚBLICO DA POLI-USP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.