''É uma cidade colorida nas ruas e paredes''

Dayyoung Yoon, diretor do Korea Institute of Design Promotion

Ana Bizzotto, O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2010 | 00h00

O sul-coreano Dayyoung Yoon é diretor do Korea Institute of Design Promotion e diretor criativo da divisão de negócios da Seoul Design Foundation, órgão da prefeitura responsável pelas políticas públicas que usam o design como ferramenta para planejar melhorias para a população. Ele participou em São Paulo da 2.ª Conferência Internacional MOB Design e falou sobre o design da capital paulista e outros aspectos que lhe chamaram a atenção.

Semelhanças. "É minha primeira visita ao Brasil. Assim como Seul, São Paulo tem uma longa história. Como toda metrópole, é complexa, populosa e enfrenta problemas como congestionamentos e desigualdades sociais."

Arquitetura. "A cidade tem uma arquitetura única, heterogênea. Reúne prédios tradicionais e modernos e mistura vários estilos, fica até difícil identificar o estilo brasileiro. É uma cidade muito internacional e também muito colorida nas ruas e paredes, onde as pessoas desenham grafites."

Estresse. "A cidade tem prédios realmente grandes, que provocam muito estresse. Se há chances de renovar parques e espaços públicos, o governo deve investir recursos nisso para proporcionar relax à população. É muito importante ter o foco no ser humano, ele deve ser privilegiado na cidade."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.