DVDs piratas de 'Tropa 2' já são vendidos no centro de São Paulo

Os próprios vendedores já avisam que a qualidade da imagem não é das melhores e até recomendam aos clientes que assistam ao Tropa de Elite 2 no cinema. O longa nacional, que já é o mais visto em 2010, tem cópias piratas sendo vendidas na Galeria Pagé, na região da 25 de Março, no centro de São Paulo.

Mônica Pestana, O Estado de S.Paulo

21 de outubro de 2010 | 00h00

Os preços variam de R$ 1 a R$ 5, sem que haja mudanças de qualidade. Os vendedores ainda sugerem que os interessados comprem logo, pois, mesmo com baixa resolução de imagem, o produto promete acabar rápido. "Ontem vendi 80 filmes em menos de duas horas", disse uma funcionária de um boxe da galeria. Nos cinemas, a segunda parte do filme do Capitão Nascimento foi assistida por 4 milhões de pessoas em menos de duas semanas.

Nada digital. Os recursos de segurança adotados pela produtora do filme - não há cópias digitais em circulação - evitaram a pirataria com qualidade de imagem. As reproduções piratas são feitas dentro das salas de cinema. No dia 15, um jovem de 19 anos foi preso em Marília, interior de São Paulo, gravando trechos de filme pelo celular no cinema do Shopping Esmeralda.

Segundo a Polícia Militar, na região da 25 de Março são apreendidos cerca de 3 mil DVDs piratas por mês, média de 100 filmes por dia. Para fazer apreensões na galeria, a PM precisa de um mandado de busca e apreensão da produtora para entrar no local.

Ao entrar na Pagé, não é possível localizar os DVDs do Tropa de Elite 2 expostos no mostruário juntamente com os outros lançamentos. Eles ficam escondidos. Quando a reportagem perguntou pelo filme, o vendedor respondeu que tinha para venda, mas era mais caro que os outros. O preço normal de um DVD pirata é de R$ 2,50 e ele estava sendo vendido a R$ 5. No atacado, o valor unitário cai para R$1 - para quem comprar acima de 20 cópias.

"O pessoal está com medo de vender, mas tem sim. Recebemos no começo da semana", disse outro vendedor. Na mesma galeria, teve comerciante que até fez ajustes no preço: começou vendendo por R$5 e ontem baixou para R$3. "Ontem eu vendi quase 40 unidades", disse. "E agora é o filme de verdade."

No começo do mês, camelôs estavam vendendo falsas cópias piratas do filme. A capa do DVD trazia o título e a sinopse do Tropa de Elite 2, mas as imagens eram do Tropa de Elite 1. Em vez do filme adquirido, o DVD trazia ainda três comédias norte-americanas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.