Duplicação está parada, sem licença

Com conclusão inicialmente prevista para fevereiro, as obras de duplicação dos 19 km da Rodovia Régis Bittencourt, na altura da Serra do Cafezal (SP), não têm data para começar. O pedido de licença ambiental só foi protocolado em maio e ainda não foi analisado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Enquanto isso, motoristas que viajam para o Sul do País sofrem com a lentidão no trecho durante feriados.

O Estado de S.Paulo

02 Outubro 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.