Duplicação de trecho da Régis vai levar 4 anos

A duplicação dos 19 quilômetros da Rodovia Régis Bittencourt (BR-116) na Serra do Cafezal, em Miracatu, interior de São Paulo, levará quatro anos, segundo a concessionária Autopista. Foi o mesmo tempo gasto na construção da segunda pista da Rodovia dos Imigrantes, inaugurada há dez anos, que é mais extensa e exigiu abertura de túneis. Segundo a Autopista, a obrigação de fazer a nova pista ao longo da existente limita a produtividade da obra, que deve começar em 90 dias. O trecho é recordista em acidentes.

O Estado de S.Paulo

09 Janeiro 2013 | 02h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.