Dupla sumiu ao fazer trabalho de campo na selva

Os corpos de Guedes e Bittencourt foram encontrados anteontem, em uma estrada às margens de um rio no norte do Peru, a 2.800 metros de altitude. Estavam desaparecidos desde segunda-feira, quando saíram para trabalho de campo com dois engenheiros. Ambos estavam na região - entre a selva peruana e a Cordilheira dos Andes - fazendo prospecção para a construção de uma hidrelétrica.

, O Estado de S.Paulo

29 Julho 2011 | 00h00

Guedes e Bittencourt marcaram um ponto de encontro com os dois colegas, mas não apareceram. O alerta de desaparecimento foi dado ainda na noite de segunda-feira. Os pertences dos dois, incluindo celulares e equipamento fotográfico, não foram roubados.

Desértica, a região onde os dois foram achados tem temperatura entre 8°C e 18°C. A falta de indícios levou a polícia a suspeitar que as mortes tenham relação com hipotermia ou ar rarefeito, mas as famílias do engenheiro e do geólogo descartam essas possibilidades e afirmam que os dois tinham grande experiência em trabalhos de campo. O paulistano Guedes vivia havia mais de 20 anos em Uberlândia com a família. / L.P. e M.P.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.