Dupla sertaneja que furtava joalherias é solta no interior de São Paulo

Irmãos, que atuavam em Ibitinga, estavam presos em Araraquara

João Paulo Carvalho , estadão.com.br

12 Julho 2011 | 11h14

SÃO PAULO - Os irmãos e cantores sertanejos Altair Leles Parreiro (Rodrigo) e Altemir Cândido Parreiro (Dudu di Valença) foram soltos na tarde desta segunda-feira, 11. A dupla estava presa no Centro de Detenção Provisória de Araraquara, em São Paulo. Eles são acusados de furtar joalherias em pelo menos dez cidades do interior paulista.

 

A dupla sertaneja conhecida como Dudu di Valença e Rodrigo foi presa em Ibitinga, São Paulo, no dia 10 de maio.

 

No bolso de um dos rapazes que deixava a loja foi encontrado um anel no valor de R$ 3 mil. Em um carro estacionado a alguns metros do local, a polícia flagrou seu irmão, que tinha joias de outra loja no valor de R$ 15 mil. Os furtos eram realizados sem ameaças com armas.

 

Segundo Marcos Vasconcelos, investigador da polícia de Ibitinga, uma das joalherias assaltadas enviou à polícia fotos dos assaltantes. As imagens foram distribuídas pelas joalherias locais e os irmãos acabaram reconhecidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.