Filipe Araújo/AE
Filipe Araújo/AE

Dupla se entrega e liberta cinco reféns em Santo Amaro

Cobrador do micro-ônibus foi baleado durante tiroteio; sequestro começou após roubo e três foram presos

25 de maio de 2009 | 09h40

As cinco pessoas que eram mantidas reféns por dois ladrões em um micro-ônibus em Santo Amaro foram libertadas por volta das 9h40 desta segunda-feira, 25. Os ladrões se renderam e foram levados a uma delegacia por policiais militares. Durante tiroteio, o cobrador do micro-ônibus foi baleado e ficou ferido. Ele e uma mulher grávida foram libertados pelos ladrões por volta das 8h30.

 

Veja também:

link Sequestro começou após roubo a uma casa

 

O tiroteio começou na Avenida João Dias com a Rua Rio Branco, onde o carro foi abandonado, após colidir com um poste. A PM não sabe informar para onde o cobrador atingido foi levado e nem seu estado de saúde.

 

Dois ladrões entram no micro-ônibus e mantiveram sete pessoas reféns - duas foram liberadas por volta das 8h30 - e os outros cinco foram liberados pouco antes dos ladrões se renderem.  

 

 

Os ladrões estavam armados e exigiam a presença de um advogado para negociar a rendição. A libertação da mulher grávida foi feita após a PM entregar coletes aos ladrões. O sequestro aconteceu na Rua Cerqueira Cesar, próximo à Praça Floriano Peixoto, e o local ficou totalmente isolado pelos policiais militares.

 

Eles se entregaram sem a interferência do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) que foi acionado para negociar a rendição, de acordo com a PM. Presos, eles foram levados ao 11ºDP. Nenhuma das cinco pessoas que ainda eram feitas reféns ficou ferida.

 

Texto ampliado às 10h20 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.