Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Dupla picha casa vizinha à do avô de Isabella e é presa

Jovens assinaram boletim de ocorrência e foram liberados; eles escreveram 'Isabella. Justiça'

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

18 de abril de 2008 | 03h39

Dois jovens foram presos, por volta da 0h45 desta sexta-feira, 18, pichando o muro de uma casa no Tucuruvi, zona norte da capital paulista. O imóvel fica próximo da residência do avô paterno da menina Isabella Nardoni, jogada do sexto andar do prédio de seu pai, no último dia 29. Policiais militares flagraram a dupla. Veja também:Laudos reforçam suspeitas contra pai e madrasta de IsabellaPolícia monta aparato para depoimento de pai de IsabellaImagens do apartamento onde ocorreu o crime  Cronologia e perguntas sem resposta do caso Tudo o que foi publicado sobre o caso Isabella  No momento em que a PM deteve a dupla, já havia sido pichado: "Isabella. Justiça". Os dois acusados foram algemados, encaminhados ao plantão do 19º Distrito Policial, da Vila Maria, onde assinaram um boletim de ocorrência de dano ao patrimônio privado. Segundo a polícia, os dois jovens, nenhum deles menor de 18 anos, foram liberados, mas o boletim será repassado ao 39º Distrito Policial, de Vila Gustavo - delegacia mais próxima do local da pichação. Como o crime é de ação penal privada, cabe à vítima - o dono do imóvel - comparecer à delegacia, exigir que se abra um inquérito contra os dois vândalos e contratar um advogado para assim poder processar os pichadores. O proprietário da casa que teve o muro pichado não havia prestado queixa até as 3h30 desta sexta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.