Divulgação/PM
Divulgação/PM

Dupla é presa após perseguição na Régis Bittencourt em Taboão da Serra

Foram pelo menos 15 minutos de caça aos criminosos, que haviam invadido uma casa e feito uma família refém em Juquitiba

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

10 de agosto de 2011 | 03h18

SÃO PAULO - Dois bandidos foram detidos, por volta das 20 horas de terça-feira, 9, após assaltarem uma casa na região central de Juquitiba, serem perseguidos por policiais militares do 36º Batalhão, de Embu, por várias vias, entre elas a Rodovia Régis Bittencourt, e baterem o veículo no portão de uma empresa no Núcleo Residencial Isabela, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

 

Armados com um revólver calibre 32 e uma falsa pistola, José Fernando Silva, de 25 anos, Valter Vinícius Illydio Cunha, 23, e três comparsas, entre eles uma mulher, invadiram uma das residências da Avenida Brigadeiro Faria Lima, no centro de Juquitiba, após renderem o proprietário da casa que chegava em uma picape Toyota Hilux branca. Ele, a esposa, o sogro e uma criança (filho do casal) tiveram as mãos atadas com braçadeiras plásticas e assistiram aos criminosos separar joias, dinheiro, celulares, roupas, eletroeletrônicos e eletrodomésticos.

 

Os três comparsas da dupla teriam fugido em um Corsa escuro, de placas não anotadas. Já Fernando e Vinícius, ocupando a picape roubada, foram localizados no quilômetro 278 da Rodovia Régis Bittencourt, no bairro São Judas, no limite entre Embu e Taboão da Serra, pelos policiais militares, alertados por colegas de Juquitiba. Após os criminosos deixarem a casa, uma das vítimas conseguiu se desvencilhar da braçadeira e ligou para o 190.

 

Segundo os policiais, após furarem um cerco policial, os dois assaltantes ainda percorreram cerca de quatro quilômetros pela rodovia e entraram numa das saídas para Taboão. Numa das curvas da Rua Maria Patrícia da Silva, o bandido que estava ao volante perdeu o controle da direção e bateu a picape contra o portão de uma empresa. José Fernando e Vinícius Cunha já tinham passagens por roubo e porte ilegal de arma. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Taboão da Serra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.