Dupla é presa ao invadir garagem de ônibus e fazer reféns na zona norte

Pagamento de salário dos funcionários atraiu os bandidos que tinham a intenção de levar, pelo menos, R$ 15 mil

Bruno Lupion, do estadão.com.br,

09 Fevereiro 2011 | 04h39

SÃO PAULO - Dois ladrões invadiram a garagem da Viação Vale do Tietê, no Limão, zona norte de São Paulo, por volta das 21 horas de terça-feira, supostamente para roubar R$ 15 mil em dinheiro reservado para o pagamento de funcionários. Uma das vítimas falava ao telefone com um familiar no momento do assalto e pediu que ele chamasse a polícia. Uma equipe da Rota que fazia patrulha na região chegou à garagem em cerca de dez minutos e prendeu a dupla.

 

Armados com uma pistola calibre 380 e um revólver calibre 38, Leonardo Santos Pereira e Alan Ferreira Xavier, ambos de 19 anos e moradores da Cohab da Freguesia do Ó, bairro vizinho, invadiram o local e renderam o porteiro, de 78 anos, que foi amarrado e amordaçado.

 

Outros cinco funcionários, todos da limpeza, tiveram as mãos atadas com presilhas plásticas e foram colocados em um banheiro. Dois funcionários também foram feitos reféns dentro de um ônibus estacionado na garagem. Algumas das vítimas foram agredidas com chutes, socos e coronhadas, mas ninguém sofreu ferimentos graves.

 

Os ladrões perceberam a aproximação dos policiais da Rota e um deles tentou fugir, mas acabou preso. O outro entrou no ônibus e usou as duas vítimas para se proteger. Após dez minutos de negociação, decidiu se entregar. Segundo a polícia, a dupla já havia sido apreendida por roubo e porte ilegal de arma, quando adolescente. Eles foram encaminhados ao 9º Distrito Policial, no Carandiru, e autuados em flagrante.

 

Atualizado às 11h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.