Dupla é presa ao fazer caminhoneiro refém em roubo de carga

Um dos assaltantes estava foragido do sistema prisional desde abril do ano passado

Rita Cirne e Ricardo Valota, estadão.com.br

24 Março 2009 | 05h37

Os assaltantes Rafael Silva Luiz, 26 anos, e Rafael Vieira Carioca, 19, foram presos, na noite de segunda-feira, 23, no Parque Novo Mundo, região nordeste da capital paulista, após tomarem como refém o caminhoneiro Luiz Carlos Rodrigues, 47, que, juntamente com seu ajudante, Eronildo Rodrigues dos Santos, 32, foi dominado por uma quadrilha especializada em roubos de cargas.

 

As vítimas trafegavam com um caminhão Mercedes Benz pela Avenida Tenente Amaro Felicíssimo da Silveira quando foram abordadas por ocupantes de um furgão Iveco. O motorista foi entregue a Silva e Vieira e colocado no furgão, onde permaneceu sob a mira de uma pistola calibre 7.65. Santos foi levado como refém no próprio caminhão, que seguiu em direção à zona leste da cidade.

 

Toda a ação foi testemunhada por um policial militar à paisana que passava pelo local e acionou equipes da 1ª Companhia do 05º Batalhão. Na esquina da Avenida José Maria Fernandes com Rua Cabo Antônio Alves, o assaltante parou o veículo e desceu, sendo abordado e preso. O comparsa dele foi dominado pelos outros policiais, que chegaram logo em seguida e libertaram o caminhoneiro.

 

Rodrigues então acionou a empresa de rastreamento, que localizou o caminhão no estacionamento do Hipermercado Extra da Marginal Tietê, na Penha. Parte da carga já havia sido retirada, e os ladrões,com a chegada das viaturas, correram para dentro de uma favela próxima e não foram encontrados. O ajudante Eronildo foi libertado na mesma região, sem ferimentos.

 

Segundo o delegado Renato Felisoni, do 90º Distrito Policial, do Parque Novo Mundo, Silva fugiu do sistema prisional em abril do ano passado, após ser liberado na saída temporária de Páscoa.

Mais conteúdo sobre:
roubo de cargapolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.