Dupla dá personalidade a bueiros da Barra Funda

Dupla dá personalidade a bueiros da Barra Funda

Nataly Costa, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2010 | 00h00

Amigos de infância e moradores da Barra Funda, na zona oeste da capital, os artistas Anderson Augusto, conhecido como São, e Leonardo Delafuente sempre notaram a quantidade incomum de bueiros no bairro.

As enchentes que acometem a região em época de chuva forte também ficaram marcadas na lembrança. "O bueiro é um objeto muito forte e ao mesmo tempo esquecido na cidade. As pessoas só se dão conta quando entope", diz São.

Os dois formaram uma dupla e, sob o codinome de 6emeia, passaram a fazer intervenções nas bocas de lixo e esgotos da cidade. Dão a um bueiro a personalidade de um pirata ou de um palhaço. Dois bueiros juntos, um casal apaixonado. A tampa de um esgoto qualquer fica com cara de biscoito recheado. "Se você olhar para qualquer objeto com cuidado, pode dar um rosto a ele", explica Delafuente.

Os dois saem pela manhã para fazer as intervenções. A ideia é que, quando as pessoas acordem e saiam para trabalhar, o bueiro no meio do caminho já esteja pintado, chamando a atenção delas. "É legal propor essa quebra no cotidiano das pessoas", afirma Delafuente.

Exterior. Apesar de concentrarem o trabalho em São Paulo, a dupla já fez intervenções fora do País, na Polônia e na Alemanha. Consideram a capital paulista o melhor lugar para grafitar. "Aqui as pessoas em geral gostam de arte e já assimilaram o grafite. Recebemos vários convites de gente pedindo para pintar o muro da casa delas", conta Delafuente. Apesar da simpatia que despertam os bueiros coloridos, a dupla sabe que não é unanimidade. "Quem não gosta de bueiro vai achar feio. Não adianta querer agradar a todo mundo", pondera.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.