Dupla cobrou R$ 18 mil por 'consulta espiritual'

Duas mulheres foram presas ontem em uma casa no Campo Belo, zona sul da capital, acusadas de causar prejuízo de R$ 18 mil a um publicitário de 34 anos. Segundo a polícia, a vítima foi abordada no trânsito, na Avenida dos Bandeirantes, pelas duas mulheres, de 31 e 37 anos. Elas estavam em um Chevrolet Cruze e perguntaram se ele tinha problema familiar. As duas prometeram resolver a doença do irmão do publicitário se ele fizesse consultas espirituais com elas. A dupla tentava obter mais dinheiro dele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.