Dupla assalta residência e acaba presa em São Caetano

Outro assaltante conseguiu fugir; trio usou uma pistola de brinquedo

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

07 de novembro de 2008 | 06h53

Portando uma pistola de brinquedo e acompanhados de um terceiro assaltante, João Grigório Maia Costa, 19 anos, e Orácio Bueno Fulep, 25, teriam invadido, na noite de quinta-feira, uma residência localizada na rua Cavalheiro Ernesto Giuliano, no bairro Olímpico, em São Caetano do Sul, no ABC paulista. A dupla foi detida por policiais militares, durante perseguição, na rua Senador Flaquer, no bairro Fundação, ocupando um veículo Vectra táxi, levado da residência assaltada. De acordo com uma das vítimas, uma dona de casa de 52 anos, minutos antes, Costa, Fulep e outro rapaz abordaram o marido dela, um taxista também de 52 anos, quando ele saia para trabalhar por volta das 21 horas. O taxista iria até o aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, para pegar um cliente, mas foi dominado e obrigado a entrar novamente na casa. O casal teve de cobrir o rosto com uma manta e apagar as luzes da residência, para que o trio começasse a separar objetos de valor. Depois de algum tempo, o casal foi trancado no banheiro e pediu ajuda para um vizinho. O trio, que chegou ao local em um veículo Prisma, pertencente ao pai de João Grigório, já havia levado vários aparelhos eletroeletrônicos, como DVD, videocassete, máquina fotográfica digital e duas TVs, uma de 14 polegadas e uma de LCD de 40 polegadas. O material roubado foi colocado no porta-malas e no banco traseiro do Vectra, que foi batido contra o portão da casa pelos bandidos durante a fuga. Na rua Senador Fláquer, próximo ao Parque Chico Mendes, o dispositivo bloqueador do táxi foi acionado e os ladrões tiveram de abandonar o Vectra, dando prosseguimento à fuga somente com o Prisma. João Grigório e Bueno Fulep foram detidos pela PM, acionada por testemunhas, na rua Martim Afonso de Souza, Jardim São Caetano, perto de onde moram. Levados à Delegacia Sede de São Caetano, os dois colegas foram reconhecidos pelas vítimas. O outro suspeito conseguiu escapar. Dentro do carro onde a dupla estava foi encontrada a réplica de pistola. Os dois presos já têm passagem pela polícia; Costa, por receptação de carro roubado; e Fulep, por assalto a residência. Segundo os policiais militares que detiveram a dupla, Bueno Fulep já havia sido preso por estes mesmos PMs em outra ocasião.

Tudo o que sabemos sobre:
São Caetanoresidênciaassalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.