Duas multas indevidas

FOTO COMPROVA ERRO

O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2012 | 03h19

No início de março recebi uma notificação de multa para o meu veículo Honda Fit por supostamente trafegar, em 8/2, no horário não permitido pelo rodízio. Na notificação há a foto de um carro desse mesmo modelo. Contratei um despachante, que fez uma defesa com fotos mostrando a diferença por cor, rodas, borrachões laterais, pino de engate, etc. Enviei tudo com Aviso de Recebimento em 6/3 e o DSV recebeu os documentos em 13/3. Não recebi resposta, mas outra notificação de multa em 14/4 pelo mesmo motivo. O interessante é que veio sem foto, com prazo para pagamento até 14/3. Entrei com outro recurso explicando todo o episódio, anexei o anterior, enfim, fiz tudo o que pude. E, seguindo a mesma lógica da primeira vez, em que eles nem sequer se detiveram em olhar a foto do carro infrator, decidi pedir ajuda ao Estadão.

TARCÍSIO LUIZ CARMINATI / ARARAS

A Secretaria Municipal de Transportes (SMT) e o Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV) informam que o recurso de multa do sr. Carminati está em análise. O resultado do julgamento será encaminhado ao munícipe por ofício a seu endereço. O trâmite do recurso também pode ser acompanhado pela internet em: http://www3.prefeitura.sp.gov.br/multas/forms/frmConsultarDefesas.aspx

O leitor relata: O que gostaria de comentar é que se trata da segunda vez que recebo a mesma autuação e que entro também com a defesa e o recurso. Para piorar, no site indicado pela SMT e pelo DSV não consta que entrei com recurso ou defesa. Gostaria que a SMT e o DSV apenas verificassem a foto para constatar que o carro não é meu.

HOSPITAL DE GUAIANASES Plantão sem ortopedista

O Hospital Geral de Guaianases não possui médicos ortopedistas nos plantões de fim de semana, como soube na noite de 19 de maio. Um absurdo! O mesmo problema já tinha acontecido no dia 22 de abril. Enviei um e-mail diretamente para a Ouvidoria da Secretaria da Saúde, mas fui ignorado. É inadmissível a falta de médicos especializados nos fins de semana.

FLÁVIO BOSCO

/ SÃO PAULO

O Hospital Geral de Guaianases esclarece que no dia 19 de maio contava com um quadro de 15

médicos de diversas especialidades em seu setor de emergência para o atendimento da população. Como ocorre em qualquer pronto-socorro, o hospital prioriza os casos mais graves e urgentes, de pacientes com risco de vida. Mais 12 ortopedistas contratados por meio de concurso público serão integrados ao corpo clínico da

unidade para reforçar o atendimento aos pacientes.

O leitor reclama: O hospital não explica a falta de atendimento médico especializado. Se havia 15 médicos, quantos eram ortopedistas? E quantos estavam atendendo na emergência? E com relação à falta de médicos ortopedistas no dia 22 de abril? Na verdade, não há atendimento nos finais de semana.

JARDIM EUROPA

Rua sem asfalto e sem luz

Do mandato do ex-prefeito Celso Pitta à gestão de Gilberto Kassab, moradores da Rua Antonio José da Silva, no Jardim Europa, têm reclamado, reiteradamente, da falta de recapeamento da via em questão. Mesmo que os reparos em outras vias da cidade sejam realizados com um péssimo asfalto, diante dos buracos e ondulações que podem ser encontrados nesta pequena rua, serve qualquer coisa! Apesar de os moradores da Rua Antonio José da Silva pagarem um valor alto de IPTU, o local continua sem recapeamento e sem iluminação. Além disso, uma obra da Sabesp malfeita deixou um buraco na rua que, a cada chuva, enche. A Praça Morungaba está na escuridão desde a gestão de Celso Pitta!

JOSÉ RUBENS DE M. SOARES

/ SÃO PAULO

A Secretaria de Serviços, por meio do Departamento de Iluminação Pública (Ilume), informa que todas as unidades de iluminação da Praça Morungaba e Rua Antonio José da Silva foram remodeladas e substituídas por lâmpadas de vapor de sódio, que são mais eficientes e aumentam os níveis de luminosidade da via.

O superintendente da Unidade de Negócio Centro da Sabesp, Francisco José F. Paracampos, informa que, após vistorias no local, foi constatado que o ramal e o coletor de esgoto estão funcionando normalmente.

O leitor desmente: As respostas faltam com a verdade. A rua continua esburacada, as lâmpadas continuam queimadas e só estamos aguardando as próximas chuvas para adotar medidas de defesa para as casas e ruas, com a placa de encanamento do esgoto soltando com a força das águas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.