Governo de SP/Reprodução
Governo de SP/Reprodução

Duas festas clandestinas com 700 pessoas são encerradas em São Paulo

Espaço em Osasco estava com 600 frequentadores; estabelecimentos foram autuados e interditados após força-tarefa

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de maio de 2021 | 16h54

Duas festas clandestinas que somavam cerca de 700 frequentadores foram encerradas na madrugada deste domingo, 10, na capital paulista e na Grande São Paulo. Os estabelecimentos foram autuados e interditados, segundo o Governo do Estado, que coordena as forças-tarefas contra aglomerações na pandemia da covid-19 em conjunto com as polícias, o Procon e a Vigilância Sanitária.

Um dos eventos fechados reunia cerca de 600 pessoas em Osasco, na região metropolitana de São Paulo. O responsável pelo evento e três funcionários foram autuados por infração de medida sanitária preventiva, detidos e encaminhados ao 10º DP da cidade.

Por descumprir o Plano São Paulo, que proíbe festas na pandemia, o local foi interditado. Os equipamentos de som e uma máquina de cartão de crédito do espaço foram apreendidos.

Segundo o comunicado, ao menos 400 frequentadores não utilizavam máscaras. Além disso, não havia cumprimento do distanciamento social e pessoas compartilhavam o consumo de bebidas alcoólicas e narguilé. 

Imagens divulgadas pela força-tarefa mostram que a maioria dos frequentadores de ambos os espaços fechados eram jovens. A outra festa clandestina foi encerrada no Jardim São Luís, na zona sul da capital paulista, em que cerca de 100 pessoas estavam dentro de uma tabacaria. O caso foi registrado como infração de medida sanitária preventiva no Departamento de Polícia e Proteção à Cidadania.

Além disso, segundo a força-tarefa, outros 12 estabelecimentos foram inspecionados neste fim de semana.  Ao menos dois foram autuados em conjunto com a Prefeitura de São Paulo na Vila Madalena, zona oeste, e no Tatuapé, zona leste.

No sábado, 8, o Estado de São Paulo ultrapassou a marca de 100 mil mortes por covid-19.  Ao todo, são 100.649 óbitos e 2.997.282 casos confirmados de novo coronavírus, segundo a Secretaria Estadual da Saúde. Nos últimos três dias, o Estado está com um aumento gradual da média móvel (calculada com os dados dos últimos sete dias) de internações, com 2.254 hospitalizações diárias no balanço deste sábado. 

Denúncias de festas clandestinas podem ser feitas pelo telefone 0800-771-3541, no site www.procon.sp.gov.br e no e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br, do Centro de Vigilância Sanitária.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo [estado]coronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.