Duas chacinas na capital tiveram munição da PM

Uma perícia feita pela Polícia Técnico-Científica revelou que duas chacinas ocorridas em janeiro na capital tiveram balas pertencentes ao mesmo lote de munição de um batalhão da PM da zona sul. Seis policiais foram presos pela execução de sete pessoas no Campo Limpo, no dia 4. Já as duas mortes em Embu das Artes, no dia 19, foram atribuídas a dois vigias - um está preso e o outro, foragido. Investigadores apuram agora se as balas foram desviadas do batalhão ou se há ligação entre os crimes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.