Doutor Trapalhão

Delação premiada

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

02 de novembro de 2012 | 02h03

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, não confirma, mas corre na Praça dos Três Poderes o boato de que, em novo depoimento ao Ministério Público, Marcos Valério teria dito que foi Antonio Palocci que mandou matar o Max em Avenida Brasil. Tem gente torcendo para que a Justiça mande reabrir a novela!

Marca registrada

Onyx Lorenzoni, deputado gaúcho cujo nome o senador Antônio Carlos Magalhães já meio gagá confundiu certa vez com marca de chuveiro, teme que, com a chegada ao mercado do Chevrolet Onix, ele passe a ser associado a modelo compacto de carro fabricado no Brasil.

Nada é pra já

Ficou para outro dia qualquer a decisão do Congresso sobre as novas regras de distribuição dos royalties do petróleo. Como dificilmente haverá acordo a respeito antes da aprovação do novo Código Florestal, relaxa aí, vai!

Boas festas

O governo está cobrando das companhias aéreas um plano de contingência para evitar o caos aéreo no Natal. Por via das dúvidas, melhor levar travesseiro, biscoito e palavras cruzadas na bagagem de mão para passar o fim de ano com mainha!

Ora, pois!

O que tem de português desempregado há mais de um ano protestando nas ruas de Lisboa contra a medida de austeridade do governo cancelando quatro dos 14 feriados nacionais de 2013 é sinal de que os gajos estão com esperança de arrumar trabalho logo!

Secretário de Saúde, não importa o Estado de sua influência, deve sempre, no mínimo, uma satisfação à população pela porcaria de serviço prestado nos hospitais públicos de todo o País, mas no caso do Rio o dono do cargo tem mais o que explicar nos jornais.

Sérgio Côrtes, para quem não liga de cara o nome à pessoa, ficou conhecido nacionalmente em maio como o mais animado daquela turminha do governador Sérgio Cabral flagrada numa farra oficial em Paris com o empreiteiro Fernando Cavendish. Tá lembrado? Nas fotos, era o sujeito que posava de líder do que, na época, ganhou apelido de "gangue do guardanapo na cabeça"!

Outra situação difícil de explicar protagonizada pelo personagem chegou à imprensa nos últimos dias, depois que sua cobertura dúplex com vista para a Lagoa pegou fogo na sexta-feira!

Além do comprovado uso irregular de ambulância pública para buscar atendimento no hospital mais caro da cidade, um suposto desmaio do secretário antes de sua remoção está sendo desmentido pelos bombeiros que o socorreram.

Por recomendação médica, Côrtes segue proibido de dar entrevistas até se desintoxicar por completo. Onde há fumaça, como se sabe, há fogo!

Remember Jamelão

O republicano Mitt Romney citou a definição de Jamelão para Bill Clinton na Mangueira ao comentar na intimidade de seu comitê eleitoral as imagens na TV da visita comovente de Obama a New Jersey: "Parece pinto no lixo!"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.